Seguros.inf.br

Mercado

Mortes no trânsito: 133 indenizações por dia

trânsito

25/09/2019

Nos últimos dez anos, o Seguro DPVAT pagou, em média, 133 indenizações a cada dia, ou cinco por hora, para os beneficiários de pessoas que morreram em decorrência de acidentes no trânsito no Brasil. Segundo o “Relatório Especial – 10 anos – Taxa de Mortalidade no Trânsito”, divulgado pela Seguradora Líder, no total, mais de 485 mil indenizações por morte foram pagas nesse período.

De acordo com o levantamento, as motocicletas foram as principais responsáveis por essas mortes. De 2009 para 2018, esse tipo de veículo foi o único a apresentar aumento de sinistros pagos por morte, saltando de 16.974 para 18.955 benefícios, ou seja, um incremento de 11,7%. No mesmo período, a frota de motocicletas e ciclomotores teve um crescimento de 81,6%, como demonstra o “Relatório Estatístico – Motocicletas e Ciclomotores – 10 anos”, publicado em agosto pela Seguradora Líder.

Segundo a Seguradora Líder, se forem consideradas apenas as indenizações pagas por acidentes fatais, sem relacionar à estimativa populacional, a região Nordeste foi a única a apresentar aumento na comparação de 2009 e 2018.

Nesse contexto, o Maranhão foi o estado com maior crescimento (46%), seguido do Piauí (42%).

Já os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul tiveram redução de cerca de 50% nas indenizações pagas por acidentes fatais entre 2009 e 2018.

O relatório indica ainda que os principais atingidos pelos casos fatais são motoristas. Nos últimos 10 anos, foram mais de 230 mil indenizações para casos envolvendo essas vítimas. O sexo masculino também predomina, representando 82% dos pagamentos destinados à cobertura no ano passado.

Os jovens de 18 a 34 anos foram os que mais morreram, com 43,6% dos sinistros pagos por morte pelo Seguro DPVAT em 2009, e 39,3% em 2018.

A maioria dos acidentes ocorre no horário do anoitecer, das 17 horas às 19h59h.

Fonte: CQCS




« Voltar

Ver todos

Seguros.inf.br © 2011 - 2019 - Sacla Comunicação Ltda - Todos os direitos reservados.