Mercado

Cinco seguradoras geram 75% da receita no ramo Auto

mercado - 04/06/2024

O estudo “Ranking das Seguradoras Brasileiras – 2023”, produzido pelo Sincor-SP indica forte concentração na carteira de automóveis. De acordo com o levantamento, no ano passado, do total de receita apurada nesse ramo, 75,37% foram gerados por cinco seguradoras: Porto Seguro (28,11%), Tokio Marine (13,32%), Bradesco (12,44%), Allianz (11,76%) e Liberty (9,74%).

Esse percentual é ainda maior que o apurado em 2022, quando as cinco líderes do ranking geraram o equivalente a 74,4% da receita total. Entre os dois anos, houve apenas uma mudança no ranking, com a Allianz (12,44%) “tomando” a terceira posição da Bradesco (12,42%).

A Porto Seguro manteve a liderança, com 27,71%, seguida pela Tokio Marine (12,61%). A Liberty permaneceu em quinto, com 9,22%.

Segundo o presidente do Sincor-SP, Boris Ber, o objetivo desse estudo é “fazer um levantamento estatístico que mensure a presença das seguradoras brasileiras em seus principais ramos de negócios”.

Ele acrescenta que, de acordo com o estudo, em 2023 houve a recuperação da receita do seguro automóvel, “após anos de relativa estabilidade”, e do seguro saúde, “superando a taxa de inflação no período, apesar dos grandes desafios atuais”.

Boris Ber frisa ainda que o “Ranking das Seguradoras” também aponta as empresas que estão se destacando e conquistando a liderança em cada ramo. “Em 2023, os cinco maiores grupos do setor de seguros em produtos de risco foram Bradesco, SulAmérica, Porto Seguro, Banco do Brasil e Zurich Santander. Essas cinco empresas representam de 50% a 55% de todo o mercado. Atualmente, há 90 grupos empresariais atuando no segmento de seguros de produtos de risco no Brasil, um aumento em relação a 2022, quando havia 84 grupos”, sublinha o presidente do Sincor-SP.

Fonte: CQCS